terça-feira, 25 de março de 2014

Uma História de Amor

Um filme um pouco parado mas deixou-me a pensar.....possivelmente daqui a uns tempos a vida será assim!


Cada vez mais as pessoas estão dependentes das máquinas (telemóveis, computadores) e isso entristece-me bastante....
Vejo as crianças que não brincam senão com estes mecanismos, as pessoas que estão completamente viciadas no facebook.....parece que ninguém gosta de estar em contacto com outro ser humano.
Ainda hoje vi uma publicidade sobre o novo Ford que já nos lê enquanto dirigimos as mensagens que chegam ao telemóvel, qualquer dia damos connosco a falar e a ouvir apenas máquinas....
Alguém se lembra como é que era antes?

14 comentários:

Marta disse...

Ainda não vi o filme, mas está já em lista de espera. E sim, cada vez mais estamos dependentes das máquinas, mas também, é o que nos liga ao mundo.

Maria disse...

tenho-o aqui para ver :)

A Tulipa Azul disse...

Ando curiosa para ver esse filme:)

Opinante disse...

Também me assusta esta triste realidade...

Existe Sempre Um Lugar disse...

Bom dia,
são efeitos do que chamam evolução publicitados diariamente pela comunicação social com todas técnica influenciadoras, esta vai contribuir que sejam perdidos (esquecidos) valores culturais que irão ter consequências negativas de aqui alguns anos futuros.
Abraço
ag

C*inderela disse...

Hoje em dia o pessoal vive para mostrar ao mundo - via virtual - o que anda a fazer! Enfim.

Bjokas*

Fashionista disse...

verdade!

G.Erika disse...

Eu concordo com você! Triste de ver o rumo que certas coisas tomam!
Beijos

www.gleikka.com

Cláudia disse...

Nunca vi esse filme, mas sim, as máquinas cada vez comandam mais =s

Beijocas

PINTA ROXA disse...

Olha que anda a precisar de uma história de amor é a pinta...
bjos linda

Vera, a Loira disse...

Ainda não o vi, agora fiquei curiosa.

Janny disse...

ainda não vi este filme mas vi um sobre um assunto semelhante, o exagero das redes socias... chama-se «Desligados» e deixou-me completamente chocada ...

Nita Oliveira disse...

Até assusta, o rumo que está a levar.
Beijo.
Nita

Green disse...

Gostei bastante deste.