terça-feira, 7 de julho de 2015

coisas da vida...

Às vezes acho que não vale a pena prolongar uma coisa que já se sabe à tanto tempo:



Quando tudo nos irrita nele:

. aquelas perguntas parvas, como por exemplo:
tens um frango e um peito de frango no congelador não precisas de mais nada do talho, pois não?
- só me apetece gritar.....para uma semana inteira com os filhos em casa de férias a almoçar e jantar não, não preciso de mais nada com essas 2 coisas eu faço magia!!! 

. quando ele tenta ser engraçado e a mim só soa a ruídos e coisas parvas!

. quando nunca tem tempo para nós (apenas para os amigos e colegas de trabalho)

. Quando já deixamos de lhe ligar à anos porque ou não nos atende ou atende e deixa-nos em linha à espera! (mas com os colegas do trabalho, chega a estar 1 hora ao fim de semana a falar sobre trabalho e a ouvir desabafos)

. Quando um dia nós estamos tristes e choramos e ele grita connosco e diz que não tem paciência (mas com a colega que se farta de chorar e anda sempre a ligar a contar as coisas que se passaram no trabalho e a desabafar não faz mal)

.  quando tentamos mais uma vez, e mais outra vez, e mais outra vez e estamos constantemente a rebentar pelas costuras porque parece que só nós é que vemos que isto não está a ir como deveria!

. quando temos doenças em que são precisos tratamentos dolorosos e tivemos que os fazer sempre sozinhas!

. quando vamos ao médico e há a hipótese de haver uma má noticia e vamos sozinhas!

. quando tudo na vida temos que fazer e resolver sozinhas........

. quando todos nós nos queixamos que raramente jantamos com ele e que por vezes já estamos a dormir quando ele chega e mesmo assim ele oferece-se para mostrar a cidade a colegas que vêm do estrangeiro, oferece-se para lhes dar formação, oferece-se para os/as levar aos hotéis, tratar dos bilhetes, jantares, levar ao fim de semana a visitar locais turísticos......

. quando durante 1 ano chegou sempre por volta da 01 ou 02h da manhã porque dizia que estava a ajudar uma colega a introduzir os dados no novo programa porque mudaram de sistema.....(só ele é que se oferece para isso, nenhum outro colega o fez).


11 comentários:

PINTA ROXA disse...

Então estrelinha :(
Percebo-te tão bem...
Estás doente?
Que mais te posso dizer, olha que tenhas muita muita força e que consigas ultrapassar tudo.
Beijocas.
p.s e não não estou mais magra.

PINTA ROXA disse...

Então estrelinha :(
Percebo-te tão bem...
Estás doente?
Que mais te posso dizer, olha que tenhas muita muita força e que consigas ultrapassar tudo.
Beijocas.
p.s e não não estou mais magra.

rosa_chiclet disse...

bem que situação..

muita força..

beijos***

Miss Purple disse...

Pois .. às vezes não vale mesmo a pena :S

SuperSónica disse...

Acho que já aguentaste demais até...
Como diz a musica: mudar de vida se tu não vives satisfeito....

L. das horas disse...

Estrelinha, não gosto anda de posts tão negativos! Quando precisares de companhia para consultas avisa! Estou mais batida nisso que noutra coisa qualquer. Estou a falar a sério.
Repira. E pensa. Pensa bem nisso tudo. Pensa se não estarás a exagerar. Se já não será cansoço do acumular de situações. Imagino que já tenhas tentado discutir esse assunto, mas os homens fecham-se em copas.
Se precisares desabafar estás à vontade.
Beijinhos

Cláudia disse...

Bem situação é complicada que é.
Identifiquei-me com, principalmente, os pontos iniciais que enumeraste.. E mete mesmo medo pensar nisso.

Minha querida, nada dura para sempre infelizmente. E se não estás bem e realmente estão aí algumas coisas que já parecem abuso, ou têm uma conversa muitoooo séria e resolvem tudo a bem, ou então já sabes a outra solução.

Beijocas

mmm´s disse...

Tenha força e coragem. Não se esqueça de si... Nunca!

Green disse...

Eu já não estava com essa pessoa, não vale a pena. Pensa em ti e nos teus filhos, caga nele! Força*

C*inderela disse...

Muita força, não te esqueças de ti, da tua felicidade. Há limites para tudo.

Bjokas*

redonda disse...

Talvez ele não esteja bem e por isso consegue ser simpático com estranhos, mas quando é a família já não se esforça por representar e o estar mal impede-o de ver e ajudar quem está ao seu lado. Se fosse eu que estivesse a agir assim, ia querer que me sacudissem para ter a oportunidade de mudar a tempo. Boa sorte e espero que tudo se resolva.