segunda-feira, 6 de julho de 2015

uma forma de estar na vida....

A minha irmã contou-me que existe um casal que têm 2 filhos e decidiram viver da seguinte forma que eu desde já elogio e assino em baixo!

Quiseram separar-se mas para os filhos não terem que passar pelo drama de uma semana em cada casa ou ir apenas aos fins de semana e andarem com mochila para cá, mochila para lá, optaram pelo seguinte:

. mantém a mesma casa que tinham com os filhos mas cada um passa lá uma semana e depois regressa para outra casa....ou seja uma semana sou eu a viver com os filhos, outra semana é o pai a viver com os filhos. Assim os filhos estão sempre no seu habitat e não sofrem tanto com a separação porque ao fim e ao cabo acabam por estar com o pai e mãe de forma mais saudável!



Quando há festas de anos estão os dois presentes!

Quando tomamos a decisão de nos separar pensamos apenas que não aguentamos mais!
Esquecemos um pouco que os filhos vão ter que passar por formas de estar na vida diferentes, muito diferentes....e estas pessoas pensaram em primeiro lugar nos filhos e depois neles, de forma a conseguirem resolver as coisas da melhor forma possível!

Sabem uma coisa que me ocorreu depois de já ter feito o post, é como lidar com a limpeza da casa, sim porque sabemos bem que a limpeza deles é bem diferente da nossa!!!
hummmm não sei se ia dar certo....


9 comentários:

Pips disse...

Nunca tinha ouvido nada do género mas acho uma decisão muito inteligente e acertada.

Cláudia disse...

Bem em parte concordo e noutra parte não.

Sim, as crianças não têm que sofrer, mas os pais também não.
Manter um casamento de fachada só porque sim....


Mas é uma boa ideia.

Beijocas

Carla Ferreira disse...

Parece uma decisão inteligente. Não sei se funcionarà a longo prazo.

A Pimenta* disse...

As crianças são sempre os seres mais penalizados numa separação. Assim, estes pais são um exemplo: não deixaram que o caos da sua relação chegasse até aos filhos. Que bom!

PINTA ROXA disse...

Cá para mim duvido que dê certo, mas nunca se sabe...

L. das horas disse...

Mas isso quer dizer que há 3 casas... monetáriamente é quase inviável para a maioria das pessoas...

Green disse...

Sem dúvida que é uma boa ideia, mas isso implica ter 3 casas, e hoje em dia já é difícil ter uma, quanto mais...

redonda disse...

Parece-me que o importante é os pais serem capazes de se dar bem. Se isso suceder, não me parece que as crianças se vão importar quanto a passarem ter mais uma casa.

redonda disse...

Gostei do Escrito nas Estrelas e vou passar a seguidora :)
um beijinho
Gábi